quinta-feira, 24 de março de 2011

Resenha: Fluminense 3 x 2 América-MEX




Anestesiado, assim que eu fiquei após o jogo do Fluminense pela Taça Libertadores na noite desta quarta-feira dia 23/03/2011. Eu tinha a certeza da vitória antes da partida começar, alguma coisa me dizia que ganharíamos esse duelo contra o América do México, só não sabia que o roteiro seria tão bonito e, principalmente, tão dramático.

No comando do time campeão brasileiro estava um técnico que veio para ser interino, pouquíssimo conhecido, chegou no meio da semana mudou a escalação que vinha sendo titular e arriscou. Arriscar, palavra que estava meio esquecida no Fluminense de uns tempos para cá, mas voltou, e junto trouxe o capitão Fred, o Sheik Emerson, o guerreiro Souza, Conca e no banco estavam Araújo e Deco, estes dois ainda não sabiam mas entrariam para a história do FLU nesta noite.

Para o Fluminense as grandes conquistas sempre precisam ser sofridas, nenhuma grande vitória é conquistada de maneira fácil, simples, era o jogo da vida nessa Libertadores e o esquisito gol sofrido aos 15min do 1º tempo parece ter reacendido uma chama nos jogadores tricolores, logo veio o empate e assim ficou até o fim da primeira etapa. Novamente atrás no placar, de novo um gol que não deveria ter acontecido, meio sem querer a bola morreu nos fundo das redes de Ricardo Berna. Neste momento o FLU foi pra cima e Deco e Araújo foram pra campo, funcionou, o meia cruzou e de cabeça Araújo empatou novamente, faltava um gol, só um.

Aos 42 minutos do 2º tempo Deco fez o gol da virada, o jogador que chegou para ganhar um super-salário e que ainda estava devendo um grande jogo decidiu, marcou um gol na raça, na vontade, gol que coroou a noite do time e da torcida, gol que encheu meus olhos de lágrimas, fez meu coração disparar e trouxe de volta o TIME DE GUERREIROS.

Algumas pessoas dizem que uma torcida é feita de títulos, eles são importantes sim e todos queremos tê-los, mas uma grande torcida também é feita de vitórias épicas, aquelas que apenas nós acreditamos, aquelas que apenas nosso time é capaz de conseguir, vitórias que nos tiram o ar, o chão, nos deixam anestesiados.

Assim é o Fluminense, assim é a torcida tricolor!!

3 comentários:

  1. mlq ! q jogão ! mt bom o texto !

    ResponderExcluir
  2. Estamos vivos e temos mais duas batalhas pela frente!

    Ótimo texto, Thiago.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir